Cantigas

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Lançamento do CD Cantiga vem do céu


Carlos Barros e Banda do Céu

Lançamento do CD Cantiga vem do céu


O cantor, acompanhado da Banda do Céu (Alex Medrado, João Carlos Campos, Marcus Lima e Pedro Ivo Araújo) traz ao público o disco Cantiga vem do céu, em noite de autógrafos e pocket show com participação especial de Márcia Short, em 27 de outubro, 20h, no Tom do Sabor (Rua João Gomes, 249, Rio Vermelho).


No evento,Carlos Barros fala do processo de construção do CD, das faixas e da sensação de estar lançando o primeiro disco, ao lado dos músicos da Banda do Céu.

O CD estará à venda no Tom do Saber por preço promocional de R$12,00.


Cantiga vem do céu também estará disponível pelo preço de R$15,00 na Pérola Negra, na Loja Katuka ou em venda direta pelo telefone 71 8830 4504.


O que: Lançamento de Cantiga vem do Céu, CD de Carlos Barros e Banda do Céu, e pocket show com a participação especial da cantora Márcia Short.
Onde: Tom do Sabor, Rua João Gomes, 249, Rio Vermelho.
Quanto: Entrada Franca
Quando: 27 de outubro de 2009, 20h.
O CD estará sendo vendido a R$15,00, e preço promocional no dia do lançamento de R$12,00


Cantiga vem do céu e o céu é do avião!

sábado, 24 de outubro de 2009

João, Gil, Maria



João Gilberto se encontrou com Maria Rita.
Não, não houve este show, ainda, mas entre ela e João, esteve Gil, em apresentação imperdível nas telas do DVD, que chega em breve às lojas.



O mestre baiano convocou e o que poderia ter sido uma lembrança pálida e desbotada de Elis, virou uma nova roupa, capa, moldura (de ouro puro) para a canção Amor até o fim (Gilberto Gil), eternizada pela gaúcha maior do Brasil. Ao lado de Bem, seu filho, Gilberto aliou-se à Maria no ritmo da beleza.


O convite foi do baiano e a paulistinha de personalidade altiva aceitou e levou tanta doçura e encanto que não deixou perceber que era filha de uma mãe tão poderosa e referencial. 


Maria Rita desenhou sua marca, reverenciou, foi reverenciada e - banquinho e violão - como nos ensinamentos do juazeirense- fez do jazzístico samba de Gil, uma autêntica aula de bossa nova revisitada. Tudo ao som de graves de timbre "sacrificado" em nome da afinação, como nos disciplina o próprio João.

Eescrevi em texto mais antigo que Maria Rita trazia uma influência marcante das aulas de João (mesmo que não conscientemente) e não estava errado. Esta gravação traz o tom, sabor, cheiro da suavidade, coloquialidade e ar de brisa do canto de João.

Gil nos presenteou com a canção.
Elis fez dela uma de seus hinos (o dueto da pimentinha com Gal Costa também não é de deixar de lado).
Maria Rita reinventou ao lado do mestre (que não à tôa chamo de Pai).

Amor até o fim. Deste modo não tem fim possível para a preciosidade.
Vai, Maria!

Daqui, te vejo e cobiço! 

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Short no Theatro XVIII


Vinte e Um




                               Mandala de Márcia Barros em Arte Visual de Lucas de Souza

21 é Ogum e guerra.Hoje é 21 e hoje cheguei pra dizer o que sou.


21 é dia de chegança, chegamos eu e tantos que amo e provoco.



Aniversário é momento de prazer; ser feliz é tarefa pra todos os 21 de uma vida inteira.
Ser feliz é que nem a ilha da felicidade; perdida numa tela de filme em que meninos e meninas azuis banham-se em lagoas icônicas e lacônicas...
Eu sei que aniversário é retorno de planeta em céu de antes.
33 é número cabalístico?
ELE somente ficou até os 33 e eu? Vou além dele? Até quanto, mesmo?
Vou e brilho em ondas de azuis e vermelhas e prata e amarelo (não esquecer)!
Viva 33, Viva ELE, Viva Eu!
Se Pessoa estivesse em si mesmo aqui, Aniversário seria assim momento de festejar os anos e não ter esperanças.
Eu, em Pessoa, sou festejo e águas no rosto.
Águas a rolarem e a me banhar.
J. e Ulisses me presentearam com as águas de Oxalá.
Oxalá me cobre de branco.
É, 33 é cabalístico por que assim é.
E eu em 33, sou mais e cada vez mais 21.
E quem quiser que venha, pois em mim,
Ogum é o Rei do 3.
"Abre fendas, cobre vales"
E, como diz uma das Rainhas:
que Deus nos guarde!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Festa de Libra!


Carlos Barros e Banda do Céu na Festa de Libra, em 16 de outubro, no Bond Canto, Rio Vermelho, Salvador, Bahia, Brasil!
Compareça ao chamado da Balança!

domingo, 4 de outubro de 2009


As Donas do Canto são as vozes da canção brasileira!
Marilda Santanna lançou seu livro sobre as divas baianas: Daniela, Margareth e Ivete.

Em 03 de outubro de 2009, no palacete das Artes Rodin - uma casa linda e brilhante da cidade da Baía de Todos os Santos - várias vozes se revezaram para louvar o canto brasileiro:
Neto Costa, Juliana Ribeiro, Carlos Barros, Manuela Rodrigues, Simone Motta, Carla Visi e Rita Bráz.
Vozes da Voz do Brasil, em conformidade com a homenagem maior ao Canto.


Salve a Música Brasileira!

Total de visualizações de página